http://xunapanela.com

Descomplicando sua cozinha
Acompanhamentos, caldos, carnes, frangos, lanches, massas, oriental, peixes, risotos


Charutinho com folha de couve


Vou começar me desculpando com os descendentes árabes e entendedores dessa culinária que eu, particularmente, adoro. Eu simplesmente estava trabalhando e comecei a pensar o que eu iria jantar (cabeça de dentista pensa taaaanta coisa no meio do atendimento durante aquele silêncio eterno…) e já fazia um tempo que estava com vontade de comer charuto árabe.

Eu sabia que não tinha os ingredientes em casa (exceto o arroz) e tinha que passar pra comprar, mas não sabia a receita. Então eu imaginei o que poderia compor um charuto e passei no mercado, ou seja, pode ser que eu não tenha seguido as tradições e tal (a começar pela couve). Não segui receita, não pesquisei.

Sei que a folha de uva ou folha de repolho branco são bastante utilizadas nas casas do ramo, mas a folha de uva é muito difícil de se encontrar e quando encontrada, geralmente o preço não ajuda, a não ser que você tenha uma parreira em casa… Daí a adaptação: Eu usei folha de couve, porque é barato, eu adoro, é fácil de manusear e tem em qualquer mercado.

Chega de enrolar e vamos ao que interessa.

Ingredientes:

– 1 maço de couve
– 300g de patinho moído
– 1/2 xícara (chá) de arroz (cru, hein)
– 1 colher (sobremesa) de pimenta síria
– 1 colher (sopa) de molho inglês
– 1 colher (café) de pimenta calabresa
– 1 colher (café) de canela moída
– 1 cubo de caldo de galinha
– 1 cebola (opcional)
– 1 dente de alho (opcional)
– sal e pimenta-do-reino

Modo de preparo:

Primeiro de tudo, lave a couve. Depois retire o talo com auxílio de uma faca (não vá tentar rasgar com a mão pra não estragar a folha).

Retirando o talo
Corte as folhas em retângulos. O tamanho vai depender do gosto de cada um. Cortei, em média, cada folha em seis ou quatro partes, mas aí vai depender do tamanho de cada folha também… use seu bom senso (se você tiver, hehehe).

Folhas em retängulos
Feito isso, para poder enrolar os charutos sem a folha quebrar, deve-se dar um “susto” nela, ou seja, mergulhe a couve em água fervente por 10 segundos, no máximo. Veja a diferença da folha antes do “susto”:

Susto na couve
e depois:

depois de mergulada
Agora a folha está pronta para começar a montagem dos charutinhos.

Para o recheio, misture a carne moída, o arroz, molho inglês, sal e as pimentas. Posicione o recheio sobre um pedaço de couve deixando uma margem de um dedo nas laterais e dois dedos do final dela (ai, que difícil de explicar, melhor olhar mesmo) como na foto abaixo.

recheio
Enrole cuidadosamente, sem apertar muito já que o arroz vai crescer, dobrando as laterais enquanto você enrola e tente deixar com o seguinte aspecto:

Couve enrolada
Assim que for terminando cada um, disponha-os em uma panela de pressão lado a lado.

Panela de pressão
Nessa hora que você deve decidir o uso ou não da cebola e do dente de alho.  Cortei ao meio e fatiei grosseiramente a cebola e coloquei tudo por baixo, inclusive o dente de alho inteiro, só pra dar sabor.

Tente colocar os charutinhos o mais apertados possível para não desmanchar durante o cozimento. Esse da foto que ficou por cima, por exemplo, se desfez por completo… então, deixa o mais apertadinho que você conseguir.

Charutinhos na panela
Coloque água (devagar pra não estragar todo o trabalho feito até agora) no nível dos charutos (ou um pouc abaixo) e o cubo de caldo de galinha. Não é necessário, nem se deve encobrí-los. Cozinhe por sete minutos após a panela pegar pressão.

Pronto pra servir!

Resultado

Sobrou couve??? Sem probremas. Eu, por exemplo, como o talo.
Pique o talo em rodelinhas, cozinhe em pouca água, quando essa estiver quase secando junte as folhas que sobraram (cortadas em finas tiras), margarina/manteiga e sal. Deixe refogar por uns 5-10 minutos em fogo baixo e delicie-se!

Couve refogada

Print Friendly


  1. simples ,facil e muito gostoso .parabens pela receita .

    Comment by leonardo belo — 17/12/2012 @ 6:44 pm
  2. Se ,não é um comentario, o que será então? receita simples ,saborosa ,facil de fazer. Com um paladar excelente .

    Comment by leonardo belo — 17/12/2012 @ 6:48 pm
  3. obrigada, leonardo!
    fico feliz que voce tenha gostado.
    =)

    Comment by Xu — 18/12/2012 @ 3:33 pm
  4. muito bom!!!!!!!!!!!!!

    Comment by allan — 03/05/2013 @ 10:59 pm
  5. poxa vc è muito simpatica,continue assim .. bj

    Comment by eleni — 31/07/2013 @ 8:22 pm
  6. obrigada! =)

    Comment by Xu — 28/08/2013 @ 4:50 pm
  7. nossa maravilhoso … mesmo muito bom

    Comment by ingrid — 19/03/2014 @ 4:20 pm
  8. Não sou de comentar receitas, mas essa faço qustão de dar o meu pitaco:além de muito fácil e de uma “didática” excepcional com uma pitada de humor,só posso elogiá-la.
    P.S. faço charutos com folha de taioba por ser mais fácil o manuzeio.
    Nota 10!!!

    Comment by Gertúlio Leite — 22/01/2015 @ 6:33 pm
  9. Caraca acabei de fazer, ficou divino!!! Parabéns!!! Sempre quis comer e nunca achei que daria conta de fazer… Obrigada por compartilhar!!!! Vou fazer sempre!!!

    Comment by Débora bandeira — 23/06/2015 @ 12:08 am
  10. muito bem explicado…gostei

    Comment by Anônimo — 31/08/2015 @ 2:23 pm
  11. Adorei a explicação.
    O charuto também.rs

    Comment by Anônimo — 01/08/2016 @ 10:30 pm

Deixe um comentário

Feed RSS dos comentários deste post